quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Slav

É como se conta...

Slav é muito poderoso
Sonha e tudo o que vê acontece

Slav é baixo, tem belos cabelos pretos
Slav vem de uma terra estranha
Slav veio até aqui descobrir mundos novos para seus olhos castanhos

Slav vê o mundo de um outro homem renascendo
Enxerga uma motocicleta correndo e o homem dirigindo-a com seu rosto ao vento
Com sua alma plena, com alegria de dentes 

Slav vê o mundo desse homem abrindo-se em brechas de profundos respiros
Enxerga uma pequena banda tocando musicas circenses e o homem tocando sua sanfona, violão e cantando seus sonetos
Com a alma brilhante, pulando feito criança

Slav vê o mundo do felizardo homem se construíndo em sólidos desejos 
Enxerga uma casa espaçosa brotando do chão e lhe dando seio, dado-lhe cama, lençois, travesseiro, comida, sala, mesa, móveis, reatratos, quadros, cortinas, eletrodomésticos, cachorro, sossego
Com a alma descansada o homem cuida de seu espaço com todo zelo

Slav vê no mundo dele o seu amor chegando-se e abraçando-o num saboroso aconchego
Enxerga uma linda e sincera mulher amando-o e dando a luz a duas estrelas meninas para sua felicidade de pai ser inteira
Com a alma explodindo o homem cuidará das três com todo seu amor, todo seu empenho

Slav é assim e seguira vendo o que precisa ser visto para que a vida do homem ascenda
Slav voltará em breve, logo, logo mais, logo mais cedo